Como produzir artigos de qualidade e posicioná-los no Google

Como produzir artigos de qualidade e posicioná-los no Google

  • Abril de 2021
  • Lucas Ferraz
Como produzir artigos de qualidade e posicioná-los no Google

Como produzir artigos de qualidade e posicioná-los no Google

Produzir um artigo rico para a internet não é o suficiente, você deve posicioná-lo no Google para atrair público qualificado.


Existem conteúdos considerados virais, estes textos têm um potencial muito grande de gerar muito tráfego e muita conversão para o seu site.

Neste artigo você lerá:

Se você quer produzir um artigo para o seu blog e posicioná-lo na primeira posição do Google, o primeiro passo é se colocar no lugar do leitor.

Se você possui um artigo que atrai tráfego, mas, tem uma taxa de rejeição muito alta, você deve ter ignorado as necessidades do público-alvo na hora de escrever.

De modo geral, é mais trabalhoso coletar as informações necessárias para a produção do artigo do que escrevê-lo.

Isso ocorre porque o motivo de um conteúdo conseguir muitos acessos orgânicos e converter bem é que o público encontrou exatamente o que buscava.

Não tenha medo de artigos longos e evite textos curtos, esse é o lema que repito para mim mesmo a algum tempo.

Muitas pessoas têm preguiça de ler textos longos, porém, em um texto longo você pode destrinchar todo o conteúdo.

Desta forma você permite que o usuário leia apenas o trecho que o interessa.

Por que produzir artigos de qualidade?

Não é novidade que profissionais que utilizam o marketing de conteúdo através de uma estratégia minuciosa são mais eficazes e obtêm resultados superiores.

No início da internet, era muito difícil encontrar artigos profundos sobre diversas áreas.

Nesta época, a maior parte dos artigos da internet era produzido por blogueiros, porém, neste período a maioria dos blogs não possuía um nicho específico e tratavam de diversos tipos de assuntos.

Atualmente, é muito mais desafiador produzir um conteúdo de qualidade que posicione nas primeiras posições do Google.

Isso ocorre devido a imensa variedade de artigos disponíveis na internet, mesmo nos nichos mais técnicos possíveis.

Além disso, o marketing de conteúdo se mostrou uma excelente maneira de obter leads qualificados, o que faz aumentar a quantidade de profissionais utilizando esta estratégia.

Porém, se você souber como produzir um artigo de qualidade, você não apenas conseguirá muito tráfego como também muitas conversões e backlinks orgânicos.

Hoje em dia, não faz diferença ter uma quantidade vasta de artigos no seu site ou blog, a melhor e mais eficaz estratégia é produzir artigos ricos, aqueles que explicam absolutamente tudo sobre um determinado assunto.

Ferramentas que facilitam a criação de conteúdos relevantes

Antes de falarmos sobre como produzir artigos de qualidade, você precisa conhecer algumas ferramentas de pesquisa de palavras-chave que irão facilitar a estruturação do seu artigo.

Ubersuggest

O Ubersuggest é uma ferramenta fenomenal, com ela é possível realizar:

  • Análise de palavras-chave;
  • Análise de concorrentes;
  • Análise de backlinks;
  • Auditoria do site;

O mais interessante desta ferramenta é que ela é totalmente gratuita para o uso casual.

AnswerThePublic

A AnswerThePublic permite que você destrinche uma palavra-chave.

Desta forma você terá acesso aos termos mais relevantes que contêm a palavra-chave selecionada.

Como produzir artigos de qualidade?

Para facilitar seu aprendizado, as informações serão dadas passo a passo.

Recomendo que você respeite a ordem dos passos e não pule nenhum, assim, tenho certeza que você terá bons resultados com seus artigos.

Passo #1: defina suas personas

As personas representam o seu público-alvo, porém, de forma mais detalhada e humanizada.

O primeiro passo para a produção de conteúdo é definir as personas que você deseja atingir com o artigo.

Passo #2: pesquise seu segmento e seus concorrentes

Você deve estar se perguntando, “o que pesquisar meu segmento e meus concorrentes têm a ver com a produção de conteúdo?”

A resposta para esta pergunta é muito simples, o primeiro passo é definir um assunto relevante que possua um volume considerável de pesquisas mensais.

Existem dois caminhos, você deve escolher entre:

  • Palavras com volume de buscas alto;
  • Palavras com volume de buscas baixo.

Algumas pessoas optam por produzir artigos para palavras-chave de baixo volume de buscas mensais.

A lógica é que na maioria das vezes, estas palavras têm menos concorrência, facilitando o posicionamento.

Outras pessoas preferem escrever artigos para posicionar palavras com volume muito alto.

A vantagem é que se bem produzido e bem trabalhado, você pode obter bons resultados a médio e longo prazo.

Se você é imediatista, recomendo que escolha termos com um volume de buscas baixo e a dificuldade de posicionar abaixo de 20.

No Ubersuggest tem uma coluna que identifica a dificuldade de posicionar o termo.

No caso de você optar por fazer um texto longo visando as palavras-chave alto com volume de buscas, recomendo que você utilize todos os termos de cauda longa no artigo, respeitando a intenção de cada termo.

Com isso, o produto final do seu conteúdo será mais completo e abrangente.

Passo #3: defina o título e subtítulos do artigo

Engana-se quem pensa que definir o título e os subtítulos são tarefas simples.

Estes aspectos do seu texto tem o potencial de alavancar ou não rankear o seu artigo.

É agora que você utiliza o AnswerThePublic para te ajudar nesta tarefa.

Nesta ferramenta você terá diversas pesquisas que contêm o termo que define o tema do seu texto.

Não se esqueça que um conteúdo de qualidade é objetivo e, ao mesmo tempo, traz todas as informações sobre o assunto.

Coloque-se no lugar do seu público-alvo e utilize títulos e subtítulos chamativos que representam o bloco de texto que o segue.

Uma dica que dou aos meus clientes de consultoria de SEO é utilizar perguntas como subtítulos.

Imagine que o usuário vai pesquisar uma pergunta nos mecanismos de buscas, e se o seu texto conter aquela pergunta, a chance de rankeamento é maior.

Além disso, as chances de conseguir a tão sonhada posição zero aumenta consideravelmente.

Antes de prosseguir, recomendo a leitura de dois artigos, são eles:

Exemplos de títulos não chamativos

São exemplos de títulos não chamativos:

  • Chocolate;
  • Chocolate branco.

Exemplos de títulos chamativos

São exemplos de títulos chamativos:

  • A história do chocolate: da descoberta até os dias de hoje;
  • Como o chocolate branco é feito?

Passo #4: considere a intenção do usuário

Você sabia que o Google considera a intenção do usuário para exibir os resultados da pesquisa?

Se você pesquisar por “TV”, a maioria esmagadora dos resultados serão lojas virtuais onde você pode comprar uma televisão.

Porém, se você buscar por “qual TV comprar”, os resultados serão artigos que comparam as televisões de uma determinada categoria.

Por isso, usando o exemplo acima, se você pretende posicionar um artigo sobre televisores com o título “TV” ou “televisão”, não terá sucesso para rankear o conteúdo para este termo.

Às vezes, alguns clientes me procuram para perguntar o porquê de o texto deles não ter posicionado. Na maior parte das vezes o artigo está impecável, porém, não consideraram a intenção do usuário nas palavras-chave.

Passo #5: produza seu conteúdo

Após considerar os três passos anteriores, produza seu artigo considerando:

  • Qualidade;
  • Objetividade;
  • O usuário;
  • Os termos que você quer posicionar nos mecanismos de buscas.

Passo #6: formate tudo que foi produzido

A legibilidade é fundamental para garantir o conforto de quem lê.

Se você pretende obter boas conversões com seu texto, não ignore:

  • A linguagem e escrita;
  • A diagramação do texto e das imagens.

Atualmente, a quantidade de textos existentes que tratam do mesmo assunto do seu é imensa.

Não importa ter um conteúdo excepcional se o usuário pode desistir do seu texto nas primeiras linhas.

O que você faz quando pesquisa por algo e o resultado que você escolheu é feio ou pouco atrativo?

Não sei qual será sua resposta, mas, sei o que ocorre na maior parte das vezes. Sim, os usuários deixam o site e entram no resultado seguinte da pesquisa.

Produzir conteúdos virais ou que engajam é mais que disponibilizar as melhores e mais completas informações sobre algo.

O marketing visual é extremamente positivo neste aspecto, atualmente, isso é conhecido como Experiência do Usuário.

Hierarquia das informações

Considere a hierarquia das informações na hora de formatar seu conteúdo.

Tome este artigo como exemplo, quão menor é a fonte do subtítulo, mais profundo ele é de algum título.

A hierarquia dos subtítulos de um artigo é fundamental para escrever artigos de qualidade.

Passo #7: audite o SEO do seu texto

Após a formatação do texto, faça uma auditoria de SEO para garantir que você posicione para os termos que escolheu.

A auditoria de um texto é bem mais fácil do que auditar um site.

Basta verificar se todos os termos que você selecionou estão presentes nos subtítulos e no corpo do artigo.

Não recomendo que você repita as palavras-chave demasiadamente no seu texto para tentar enganar os mecanismos de buscas.

Você pode até conseguir posicionar seu texto utilizando este método, mas, garanto que não é por causa disso que seu artigo posicionou.

Passo #8: utilize CTAs

O CTA ou call-to-action é um tipo de chamada visual ou escrita cujo objetivo é sugerir que o usuário realize alguma ação.

Utilize os momentos de emoção do seu texto para inserir CTAs inteligentes.

Estes são os trechos onde você obterá a maior taxa de cliques, aumentando a geração de leads.

Segundo o HubSpot, alguns exemplos de CTA que convertem bem são os seguintes:

  • Inscreva-se;
  • Assine;
  • Experimente grátis;
  • Comece agora;
  • Saiba mais;
  • Participe.

Passo #9: correção ortográfica

Neste ponto, seu texto já está bem legível e preparado para performar bem no posicionamento orgânico, utilize um corretor ortográfico para validar toda a ortografia do seu conteúdo.

Os erros ortográficos não só diminuem a credibilidade do seu texto como também podem atrapalhar o rankeamento e as conversões.

Passo #10: releia e ajuste

Releia todo o seu artigo se colocando no lugar do usuário para validar todo o conteúdo.

É através da releitura sob olhar do observador que você identificará frases que podem ser melhoradas para aumentar a conversão do seu conteúdo.

Conclusão

Sei que esse passo a passo parece exaustivo, mas, depois de segui-lo algumas vezes, você vai produzir textos de qualidade de forma automática.

Recomendo que você promova seu conteúdo nas redes sociais para obter mais sinais sociais, isso ajudará o seu site a posicionar melhor nos mecanismos de buscas.

  • Compartilhe
Lucas Ferraz

Lucas Ferraz

Especialista em SEO, aumento de tráfego e geração leads.
Certificado pela Blue Array Academy e pela SEMRush.

Outros artigos