Fotografia de produtos para e-commerce: dicas de ouro

Fotografia de produtos para e-commerce: dicas de ouro

  • Abril de 2021
Fotografia de produtos para e-commerce: dicas de ouro

Fotografia de produtos para e-commerce: dicas de ouro

A fotografia de produtos visa transparecer todos os detalhes dos objetos aos consumidores em potencial, aumentando as conversões consideravelmente.


A fotografia de produtos sempre esteve presente em nossas vidas, quando vamos ao McDonald's, compramos algo online ou até mesmo folheando uma revista, ela é um dos pilares para qualquer empresa bem sucedida, independente de trabalhar com serviços ou produtos.

Este artigo aborda:

O que é a fotografia de produto?

“Uma imagem vale mais que mil palavras” ou “Comemos com os olhos”, essas são duas frases que definem completamente a fotografia de produto e sua importância para o mercado.

As pessoas costumam comprar com base nos sentimentos que a foto transmite, por isso, humor e sentimentos são importantes na hora da venda e uma boa fotografia traz isso à tona.

Um fotógrafo profissional busca fazer com que as fotos invadam os sentimentos do público, causando fome, sede, felicidade ou desejo, possibilitando que isso se converta em vendas.

Se você está lendo esse artigo, provavelmente deseja aumentar as vendas da sua loja online ou de plataformas como Amazon, eBay, Facebook, Mercado Livre, OLX ou outros meios.

Para conseguir vender mais em um tempo menor, seu produto precisa de no mínimo cinco fotos profissionais, essas imagens precisam mostrar todos os detalhes do produto e fazer com que o cliente sinta tê-lo em suas mãos.

Como tirar fotos de produtos?

Não existem segredos ou regras, mas, algumas dicas com certeza farão total diferença para uma boa fotografia de produto.

Alguns itens que você vai precisar se preocupar são: câmera (ou celular), tripé, iluminação e inspirações.

1 — Use a câmera que tiver

Você não precisa necessariamente ter uma câmera de 100 megapixels ou que custe o valor de um carro zero (Óbvio que um equipamento melhor lhe trará resultados melhores), mas, com um celular você já consegue começar a fotografar seus produtos.

Anos atrás isso era impossível, pois, alguns smartphones chegavam a ter câmeras de apenas 4 megapixels, o que tornava inviável fotografar qualquer produto.

Hoje, smartphones modernos como os iPhones ou a linha Galaxy da Samsung trazem câmeras quase profissionais dentro desse pequeno aparelhinho, tornando não só a fotografia de produtos, mas qualquer estilo de fotografia possível com apenas o que você tem no bolso.

Por isso, pare de usar a falta de uma câmera profissional como desculpa e utilize o que você tem em mãos.

2 — Use um tripé para melhores resultados

Usar um tripé é primordial, mas, antes de falarmos sobre isso, evite gambiarras.

Apoiar o celular em qualquer superfície plana funciona na maioria das vezes, mas, o risco de deixá-lo cair e quebrar é muito grande.

E qual o sentido de precisar de um tripé se pode segurar o celular nas mãos? É simples, para manter a padronização das fotos, seja um padrão de fundo, ângulo ou iluminação, o tripé vai garantir que você não fuja desse padrão e todas as imagens fiquem parecidas.

Felizmente, hoje em dia os tripés não são tão caros, então, é possível encontrar modelos acessíveis.

3 — Luzes nunca são demais

Nunca subestime o poder da iluminação na fotografia, usar a luz certa vai ajudar a valorizar todos os detalhes do seu produto.

Existem dois tipos de iluminação, a luz natural e luz artificial, um tipo de iluminação funciona para alguns produtos, porém, pode falhar em outros.

Iluminação Natural

A luz conhecida como natural se refere à luz do sol, ela é uma luz extremamente suave, por isso, traz menos sombras, muitos fotógrafos profissionais se especializam somente em luz natural, a área é tão abrangente que existem até mesmo horários corretos para fotografar nesse tipo de luz, que é o Golden Hour (Horário que ocorre 1 hora antes do nascer do sol ou 1 hora antes do pôr do sol), garantindo fotografias perfeitas.

Luz artificial

Esse tipo de iluminação é referente a qualquer fonte de luz produzida pelo homem, sejam lâmpadas, velas, fogo ou lanternas.

Esse tipo de iluminação é perfeito para destacar detalhes específicos de um produto e impressionar possíveis compradores.

Não existe uma regra sobre o uso da iluminação e você pode até mesmo misturar os dois tipos.

4 — Use o modo retrato

Os smartphones mais modernos trazem uma configuração de câmera chamada Modo Retrato, esse modo basicamente foca completamente no produto enquanto desfoca o fundo.

O modo retrato é ideal para fotografia de produtos, afinal, desfoca tudo o que pode tentar roubar a atenção do item, mantendo o foco somente no que interessa para o comprador.

5 — Inspire-se em outras marcas

Já ouviu falar na famosa frase “Nada se cria, tudo se copia”? Pois bem, não existe fotografia 100% original, todos se inspiram em algo, seja um filme, livro, poema, etc.

Não existe nada de errado em buscar inspiração em outros profissionais ou marcas, analise as fotografias e pense em como você pode fazer algo parecido utilizando os recursos que têm em mãos.

6 — Fotografe pensando na edição

Uma coisa muito comum com fotógrafos preguiçosos é deixar para corrigir tudo na edição, se você pensa que pode fazer algumas fotos mal feitas e depois consertar tudo no Photoshop, repense o seu trabalho.

A edição pode tornar uma fotografia muito melhor, mas, existem certos pontos em que a edição não pode chegar e será necessário refazer a foto.

O correto da edição é fazer apenas pequenos ajustes de aprimoramento, como:

  • Luz;
  • Sombras;
  • Brilho;
  • Saturação;
  • Etc.

Portanto, se você precisa recortar o fundo ou fazer qualquer tipo de montagem, temos um problema na sua fotografia.

Ao fotografar produtos, tente sempre pensar em facilitar o processo de edição, dessa forma você vai fazer a foto mais perfeita possível.

7 — Aprenda edição básica de fotografia

Como mencionado acima, a edição em qualquer fotografia deve ser mínima e ser feita somente para aprimorá-la.

Esse aprimoramento como ajustes de exposição, saturação ou mascarar pequenas falhas podem fazer uma diferença brutal no resultado final.

O problema da edição é que fazer algumas coisas sem um treinamento é bastante difícil para qualquer iniciante, principalmente se você utilizar ferramentas profissionais como o Photoshop.

Por isso, é importante aprender ao menos o básico antes de iniciar a edição das suas fotografias.

Se você não tiver condições para investir em um curso de edição, dê uma olhada em alguns vídeos no Youtube, felizmente existem vídeos repletos de dicas úteis que podem te levar do nível básico ao avançado em poucos meses.

8 — Aplique a regra dos terços

Em qualquer curso básico de fotografia ou aulas de arte, uma das primeiras coisas que você vai aprender é a utilizar a regra dos terços, isso por que ela é uma regra básica da fotografia de modo geral.

Ela foi criada para ajudar na criação de composições criativas e bem equilibrada, também é útil para decidir onde colocar o seu produto em uma imagem.

Muitos estudos indicam que ao visualizar uma imagem, o olho humano foge do centro e se posiciona em um dos pontos da regra dos terços, por isso é importante seu uso.

9 — Não economize nos ângulos

Se sua loja tem muitos produtos para fotografar, pode ser bem tentador fazer só uma ou duas fotos de cada um, isso vai te poupar um trabalho enorme tanto na seleção de imagens, quanto na edição.

Porém, não é isso o que os clientes querem, eles procuram fotos de todos os ângulos possíveis para realmente entender como é o produto, eles querem ver todos os detalhes.

Por isso, é muito importante tirar as fotos de todos os ângulos possíveis e buscar registrar todos os detalhes, inclusive a linha da costura se for o caso de um tênis ou uma roupa.

10 — Mostre a usabilidade do seu produto

Um dos pontos mais negativos de comprar produtos online é o fato de não poder tocar ou experimentar como em uma loja física, por isso, é importante que as fotografias passem o máximo possível da sensação de ter testado o produto.

Afinal, se o cliente visualiza as fotos e não consegue se imaginar usando o produto, por que ele o compraria? O cliente precisa saber se o produto irá melhorar seu dia-a-dia de alguma forma antes de tomar a decisão da compra.

É muito difícil se imaginar usando um produto se a foto não corresponde ao uso, certo? Por exemplo, uma peça de roupa em cima da cama, ou um sofá em um fundo branco é muito vago e a aplicação não está sendo demonstrada.

Mas, se o sofá estiver realmente inserido em um ambiente como uma sala de estar, ou a roupa estiver sendo usada por uma modelo, fica muito mais fácil imaginar o uso e sonhar com o produto para efetuar a compra.

Dicas de fotografia para Google Shopping ou Amazon

O Google Shopping e a Amazon são definitivamente os principais mecanismos de pesquisa para compra de produtos do mercado, por isso, é muito importante conhecer algumas dicas de fotografia especificas para esse setor.

Respeite as regras de fotografia das plataformas

O Google Shopping e a Amazon possuem algumas regras específicas para as fotos dos produtos, por isso, é muito importante segui-las para ter um bom resultado na plataforma.

Regras para upload de fotos na Amazon

  • As fotos devem estar nos seguintes formatos de arquivo: JPG, TIFF, GIF ou PNG;
  • O nome de arquivo da fotografia deve seguir o seguinte modelo: nome do produto, seguido por um ponto e a extensão do arquivo (Exemplo: mochila.jpg);
  • As fotografias devem ser profissionais, ilustrações são proibidas;
  • Não é permitido adicionar outros objetos nas fotografias;
  • Se o produto vendido for um DVD, CD ou livro, a foto deve mostrar a capa do produto;
  • É obrigatório que o fundo da imagem seja branco, não é permitido inserir textos, gráficos ou nenhum outro elemento visual.

Regras para upload de fotos no Google Shopping

  • A fotografia deve estar nos formatos TIFF, JPG, GIF, PNG ou BMP;
  • A foto deve retratar com perfeição o produto que está sendo vendido, não são permitidos fotos de banco de dados ou baixadas da internet;
  • É proibido inserir texto, marca d'água ou bordas;
  • As fotografias devem ter pelo menos 100x100 pixels de tamanho (exceto vestuários), já as fotografias de vestuários devem ter pelo menos 250x250 pixels de tamanho. É proibido enviar fotos com mais de 64 megapixels ou ampliar a fotografia;
  • As imagens deverão ter fundo branco, cinza ou levemente colorido;
  • O URL da fotografia deve ter um link para a foto principal do produto e deve ser rastreável.

Na dúvida? Use fundo branco

Em cursos de fotografia de produtos, é ensinado o poder do fundo branco e o quanto ele é importante.

O assunto da imagem deve ser a estrela e não pode ter a atenção roubada por outros itens.

Se você vai fotografar um prato de comida, por exemplo, é ele que deve ser visto pelo consumidor e não o fundo da cozinha.

Usar um fundo branco ou clarinho vai garantir que o produto que está sendo vendido não se perca no meio da foto.

Outras cores também funcionam bem como o amarelo, rosa e azul, mas, o branco é o mais poderoso (tanto que é o mais utilizado pelas maiores lojas online do mundo).

Além disso, como mostrado acima, o fundo branco é uma exigência para publicar seu produto em grandes plataformas como a Amazon e Google Shopping.

Foque nos pequenos detalhes

Você pode até mesmo descrever os detalhes na descrição do produto, mas, provavelmente o cliente ainda se sentirá em dúvida, afinal, alguns consumidores precisam ver para crer.

Por isso é importante reservar um tempo para fotografar cada pequeno detalhe do produto, dessa forma, você evita clientes furiosos reclamando por terem comprado um produto pensando que era outro.

Por exemplo, se você vende mochilas, fotografe toda a parte externa, os bolsos de malha, a capa para notebook no interior, o tamanho dos bolsos, a qualidade do zíper, enfim, a imaginação é o limite.

Conclusão

Existem centenas dicas para melhorar a fotografia de produtos, estas são as principais, tenho certeza que se você aplicá-las notará uma melhora considerável em suas vendas.

  • Compartilhe
Lucas Ferraz

Lucas Ferraz

Especialista em SEO, aumento de tráfego e geração leads.
Mais de 310 campanhas no portfólio.
Certificado pela Blue Array Academy e pela SEMRush.

Outros artigos