Marketing de conteúdo: o que é, benefícios e como fazer

Marketing de conteúdo: o que é, benefícios e como fazer

  • Maio de 2021
  • Lucas Ferraz
Marketing de conteúdo: o que é, benefícios e como fazer

Marketing de conteúdo: o que é, benefícios e como fazer

O marketing de conteúdo é uma estratégia de marketing digital cujo objetivo é criar e distribuir conteúdos relevantes em diferentes canais. O marketing de conteúdo visa auxiliar o público-alvo a resolver problemas, fazendo da sua marca uma autoridade no assunto.


O marketing de conteúdo se tornou uma forte estratégia de marketing digital, afinal, ele possibilita um aumento considerável do tráfego qualificado e da geração de leads.

Visto que a competitividade do mercado é alta, usar estratégias de marketing digital que diminuem o custo de aquisição de clientes pode significar a continuidade e o crescimento das empresas.

Este artigo aborda:

O que é marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma estratégia de marketing digital cujo objetivo é criar e disseminar conteúdos relevantes para o seu público-alvo, o que aumenta a visibilidade da marca e a geração de leads.

Através da criação de conteúdos que geram valor à sua persona, sua marca se torna uma autoridade no assunto, o que contribui para o seu branding.

Além disto, quando bem executada, esta estratégia proporciona um ótimo ROI (retorno sobre investimento).

Para que serve o marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo conquista a confiança dos consumidores, o que torna as negociações mais fáceis.

Estima-se que cerca de 59% da população mundial se conecta diariamente à internet, o que também elevou a quantidade de propagandas e anúncios online.

O que levou ao AdBlock (extensão de bloqueio de anúncios na internet) ser a extensão mais instalada do Google Chrome.

Assim sendo, o marketing de conteúdo possui uma proposta inversa a um anúncio ou propaganda, afinal, ele consiste em gerar valor ao público, respondendo perguntas e ajudando-os com problemas simples e rotineiros.

Como surgiu o marketing de conteúdo?

Apesar de parecer uma estratégia recente do marketing digital, o primeiro registro histórico do marketing de conteúdo é de 1895 com a John Deere, empresa líder no segmento de máquinas agrícolas.

A empresa criou uma revista chamada “The Furrow” com o objetivo de distribuir conteúdos relacionados à agricultura.

E foi por meio da revista que muitos clientes descobriram os produtos e serviços da John Deere.

Após notar os resultados da estratégia da empresa, outras marcas passaram a adotar a mesma estratégia, veja algumas delas:

  • A Michelin deu início em 1900 ao Guia Michelin para estimular o uso dos seus carros para as pessoas irem a restaurantes;
  • A Nestlé começou em 1962 a incluir diversas receitas nos rótulos de alguns dos seus produtos, o que aumentou as vendas consideravelmente;
  • A revista Quatro Rodas lançou em 1965 o seu próprio guia de viagens com inspiração no Guia Michelin;
  • Os chocolates Surpresa vieram para o Brasil em 1983 com diversos cards colecionáveis, aumentando o consumo e a popularidade do produto entre o público infantil;
  • A Shell deu início ao Clube Irmão Caminhoneiro Shell em 1988 para entender as necessidades dos motoristas nas estradas;
  • A Microsoft lançou o primeiro grande blog corporativo do planeta em 2004, chamado Channel 9;
  • A Apple e a Nike se juntaram em 2006 para criar produtos para mapeamento de corridas e rastreio de desempenho dos atletas;
  • A Coca-Cola lançou um plano de marketing com foco em storytelling em 2011.

Qual a importância do marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é importante por diversos aspectos, confira alguns deles abaixo:

  • Aumento da visibilidade;
  • Aumento do reconhecimento da marca;
  • Aumento da autoridade da marca;
  • Estreitamento na relação com o público-alvo;
  • Diminuição do custo de aquisição de clientes.

Como o marketing de conteúdo tem sido importante para o mercado?

Mesmo que proporcionalmente o marketing de conteúdo ainda não seja utilizado por tantas empresas, a estratégia tem ajudado muitas empresas a se posicionarem e se fortalecendo no mercado.

Confira os dados de uma pesquisa feita pela Rock Content em 2017 com 3.650 participantes de diversas áreas de atuação no Brasil:

  • 71% das empresas adotaram o marketing de conteúdo;
  • Entre os 29% remanescentes, aproximadamente 69% pretende investir na estratégia;
  • 71,7% das empresas que executaram a estratégia e foram bem-sucedidas na campanha estão em um estágio intermediário ou avançado;
  • As empresas que usam o marketing de conteúdo conquistam 2x mais visitas e geram 3x mais leads;
  • Empresas que produzem mais de 13 conteúdos por mês conseguem em média 4x mais visitantes em seus sites;
  • 60,6% das empresas que usaram o marketing de conteúdo pretendem aumentar o investimento e produzir mais conteúdo.

Quais os benefícios do marketing de conteúdo?

Por que usar marketing de conteúdo? Confira as principais vantagens desta estratégia e quais os benefícios para sua empresa.

1. Aumento do tráfego

Segundo o Content Trends 2018, a maior pesquisa sobre marketing de conteúdo do Brasil, 86,70% das pessoas utilizam o Google para buscar alguma informação, isso quer dizer que um site para empresa é fundamental para adquirir novos clientes.

Além disso, a produção de conteúdos relevantes é uma excelente forma de atrair a sua persona sem executar uma propaganda indesejada.

2. Reconhecimento da marca

Visto que os conteúdos são relevantes e acessíveis ao público, isso aumenta o reconhecimento da sua marca, serviços e produtos.

Assim sendo, quando as pessoas que consomem seus conteúdos precisarem de serviços e/ou produtos que sua empresa fornece, a sua marca será lembrada.

3. Aumento do engajamento

Com o aumento da visibilidade da sua marca, o engajamento também aumenta, afinal, uma vez consumindo seus conteúdos, algumas pessoas podem deixar curtir, comentar e até compartilhá-los.

4. Contribuição para o mercado

É comum que o público-alvo de empresas não entendem o mercado, o que mostra a importância do marketing de conteúdo para o mercado como um todo.

Conteúdos relevantes impactam e quebram objeções, aumentando a conscientização e a satisfação do público acerca dos produtos e serviços do ramo.

5. Geração de leads

O objetivo de 64,7% das empresas brasileiras é gerar leads, e muitas aumentaram em 3,2x a geração de leads com o marketing de conteúdo.

Quando esta estratégia é planejada e executada com o objetivo de gerar vendas, é necessário trabalhar todas as etapas do funil para qualificar os leads.

6. Redução no custo de aquisição de clientes (CAC)

O CAC (custo de aquisição de clientes) é uma métrica que possibilita mensurar quanto os departamentos de marketing e/ou vendas de uma empresa gastam por cada novo cliente.

Como o marketing de conteúdo reduz o custo de aquisição de clientes através dos conteúdos e materiais, o departamento de vendas não precisa de muito tempo para converter os leads em vendas.

Como fazer o marketing de conteúdo?

Para fazer o marketing de conteúdo é necessário realizar um planejamento antes de iniciar a execução.

Um planejamento bem pensado e detalhado torna a execução mais simples e proporciona mais resultados.

Como planejar uma estratégia de marketing de conteúdo?

Confira as etapas de como planejar uma estratégia de marketing de conteúdo.

1 — Definir personas

O estudo de personas é a base de qualquer planejamento de marketing, afinal, é ele que define quais são as dores dos clientes e como eles serão guiados pelo funil de vendas.

A persona é a personificação do seu cliente ideal, como um personagem detalhado, possuindo casa, emprego, hobbies, etc.

Estratégias de marketing que utilizam personas como alvo garantem uma assertividade maior na comunicação com o público.

2 — Definir objetivos e KPIs

Ter um objetivo claro e alcançável é fundamental, para facilitar a definição dos objetivos, considere:

  • Precisa gerar e/ou aumentar o reconhecimento da marca?
  • Precisa aumentar o engajamento com o público?
  • Precisa educar o público?
  • Precisa gerar mais leads?
  • Precisa aumentar as vendas?
  • Precisa diminuir o custo de aquisição de clientes?

Confira abaixo como mensurar cada um destes objetivos:

  • Número de seguidores, curtidas, visitas e visualizações;
  • Quantidade de comentários, compartilhamentos e páginas visitadas;
  • Quantidade de assinantes no feed RSS e newsletter;
  • Gerar mais leads e analisar o percentual de conversões em venda;
  • Analise a quantidade de vendas e quanto tempo leva nos processos e negociações.

3 — Usar o funil de vendas

O funil de vendas é fundamental para o inbound marketing, assim sendo, entenda as etapas do funil e porque ele é tão importante.

Conteúdo para topo de funil

O topo do funil é responsável por aumentar a descoberta da marca e encaminhar os leads ao aprendizado.

Conteúdo para meio de funil

O foco do meio do funil de vendas é reconhecer um problema da audiência e recomendar algumas soluções.

É no meio do funil que a empresa cria oportunidades para gerar leads.

Conteúdo para fundo de funil

O fundo do funil de vendas é o responsável por criar ou efetivar a decisão de compra do usuário.

Os usuários no fundo do funil já conhecem seus produtos e serviços e entende que ele precisa contratar sua empresa para sanar um ou mais problemas.

Conteúdo para pós-vendas

Considerando que a venda não acaba após a compra, é necessário investir no pós-venda para aumentar a retenção dos clientes conquistados, afinal, o custo de retenção é menor que o custo de aquisição de clientes.

4 — Definir os canais para execução do marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo pode ser executado em diversos canais de aquisição de clientes, conheça um pouco sobre cada um deles.

Blog

O blog é visto como o principal canal de implementação do marketing de conteúdo graças às diversas possibilidades que ele proporciona na hora de disseminar estes conteúdos pela internet.

O blog pode ser acoplado ao site ou em um subdomínio, facilitando a navegação dos usuários nos produtos e serviços da sua empresa.

Vídeos

A maior vantagem do marketing de conteúdo com vídeos é que o consumo é facilitado, além disto, o vídeo é um diferencial, pois, a maioria dos seus concorrentes não devem usá-lo como um canal de comunicação.

Redes Sociais

As redes sociais são ótimos canais para executar sua estratégia de marketing de conteúdo, pois, certamente sua audiência está lá, seja para uso pessoal ou profissional.

As principais redes sociais como canal do marketing de conteúdo são:

  1. Instagram;
  2. TikTok;
  3. Facebook;
  4. LinkedIn;
  5. Pinterest;
  6. Twitter.

E-mail

Apesar de muitas pessoas possuírem uma aversão a e-mails, o e-mail marketing continua funcionando, além disso, é o canal que proporciona o maior retorno sobre investimento (ROI).

5 — Definir um cronograma

Após definir a persona, as KPIs e os canais de aquisição, é hora de criar alguns cronogramas, são eles:

  • Cronograma de pautas;
  • Cronograma de produção;
  • Cronograma de publicações;
  • Cronograma de monitoramento;
  • Cronograma de análises e ajustes.

Como executar o marketing de conteúdo?

Para executar o marketing de conteúdo, entenda as etapas a seguir.

1. Escolha das palavras-chave

As palavras-chave são termos que as pessoas pesquisam nos mecanismos de busca da internet, como o Google e o Bing.

Saber escolher as palavras-chave certas para os artigos e conteúdos não só potencializa a descoberta dos materiais como também aumenta a visibilidade.

2. Produção do conteúdo

A produção do conteúdo deve seguir o planejamento a risca para que os objetivos iniciais sejam equivalentes ou superiores aos resultados alcançados.

3. Tamanho e formato dos conteúdos

O tamanho e o formato dos conteúdos devem ser definidos com base na persona da sua marca, para que os materiais sejam compatíveis com o consumo do seu público.

De modo geral, evite produzir artigos com menos de 500 palavras e evite conteúdos com mais de 4.000 palavras.

Além disso, varie os formatos de conteúdo para não cansar a sua audiência.

4. Escaneabilidade

Um texto, seja curto ou longo, pode ser cansativo, principalmente quando lido no transporte público ou em um local barulhento.

Por isto, formate seus artigos para que ele seja visualmente atrativo, para isto, considere:

  • Escolher uma fonte simples;
  • Usar subtítulos atrativos;
  • Imagens;
  • Listas;
  • Negritos e itálicos.

5. Revisão

Revise a ortografia e informações de todos os conteúdos antes de publicá-los para não cometer nenhuma gafe.

O ideal é revistar o conteúdo algumas horas após a produção para evitar que algo passe despercebido.

6. Publicação

Realize as publicações com cuidado, sem esquecer nenhum detalhe, por exemplo, ao publicar nas redes sociais, não esqueça nenhuma hashtag, localização e marcações.

Como mensurar o marketing de conteúdo?

A mensuração é fundamental para entender e ajustar o desempenho das estratégias de marketing digital.

É através destas análises que você entenderá o que funcionou e o que precisa ser ajustado para melhorar os resultados.

A maior vantagem das estratégias de marketing digital é que as KPIs podem ser acompanhadas em tempo real, além de poder ser facilmente ajustado e corrigido.

Estas mensurações também possibilitam saber quais canais estão performando melhor e onde está o gargalo que impede o visitante em se tornar um lead.

Frequência das mensurações

Cada métrica possui sua própria frequência de mensuração, assim sendo, algumas são diárias, outras semanais, outras mensais e outras podendo ser bimestrais, semestrais ou anuais.

Por exemplo, a métrica de custo de aquisição de clientes não precisa ser mensurada diariamente, afinal, esta KPI vai variar ao longo dos dias.

ROI do marketing de conteúdo

O ROI (retorno sobre investimento) é uma das KPIs mais importantes das estratégias de marketing digital, o mesmo vale para o marketing de conteúdo.

O ROI existe para mensurar a eficiência do investimento, resultando em uma porcentagem, logo, quanto maior o ROI, melhor é o resultado da campanha.

Como associar o marketing de conteúdo ao SEO?

Associar o SEO (otimização para mecanismos de buscas — otimização de sites) ao marketing de conteúdo permite que o alcance dos artigos publicados no blog seja imensamente expandido.

Mas o que é SEO? A otimização de sites é uma estratégia que visa fazer com que as páginas de um site sejam colocadas nas primeiras posições do Google ou outros buscadores sem ter que pagar por anúncios.

A maior vantagem do SEO é que ele é durável e proporciona tráfego gratuito, o que potencializa o marketing de conteúdo e potencializa o retorno sobre o investimento.

Quais são as ferramentas para o marketing de conteúdo?

Existem diversas ferramentas que auxiliam no marketing de conteúdo, conheça algumas delas.

Ferramentas para blogs

O blog cria uma série de possibilidades quando acoplado a um site, principalmente quando usa um CMS (Content Management System — Sistema de gerenciamento de conteúdo).

Por isto, os mais recomendados são: WordPress, Joomla e Drupal.

Ferramentas de SEO

Se você trabalha com SEO, realiza pesquisa de palavras-chave e cria pautas de artigos, ferramentas como o Semrush, Ahrefs, Ubersuggest e ComunidadeSEO podem te auxiliar no processo de otimização do seu site.

Ferramentas para mídias sociais

O gerenciamento de redes sociais é um trabalho que exige ferramentas de automação para poupar temo, assim sendo, considere usar a Bume, Etus, Buffer, Hootsuite ou Postgrain.

Ferramentas de automação de e-mail

As ferramentas de automação de e-mail como a RD Station, Mail Chimp e Hubspot são fundamentais para que o fluxo do inbound marketing seja eficiente.

Ferramentas de monitoramento

Dentre as ferramentas de monitoramento mais utilizadas, estão o Google Analytics e o Power BI da Microsoft.

Quanto custa uma estratégia de marketing de conteúdo?

O custo do marketing de conteúdo pode variar de acordo com uma série de fatores, como a quantidade de materiais, frequência de publicações, objetivos e KPIs estabelecidos, etc.

Geralmente, os custos envolvem redatores, analistas de SEO, designers ou uma agência de marketing digital full service.

Conclusão

O marketing de conteúdo é uma estratégia excelente para agregar valor ao seu público e ao seu mercado, aumentando a visibilidade da sua marca.

Espero que este artigo tenha tirado todas as suas dúvidas acerca do assunto.

  • Compartilhe
Lucas Ferraz

Lucas Ferraz

Especialista em SEO, aumento de tráfego e geração leads.
Certificado pela Blue Array Academy e pela SEMRush.

Outros artigos