Marketing de afiliados: guia completo

Marketing de afiliados: guia completo

  • Abril de 2021
Marketing de afiliados: guia completo

Marketing de afiliados: guia completo

O marketing de afiliados se tornou a estratégia mais utilizada para ganhar dinheiro trabalhando em casa sem investimento financeiro.


O marketing de afiliados é uma estratégia cujo objetivo é ampliar os canais de venda de um produto na internet.

Essa estratégia de marketing digital permite que você ganhe dinheiro em casa vendendo produtos de terceiros.

Essas vendas podem ser feitas em qualquer ambiente digital, um blog, nas redes sociais, anúncios patrocinados, etc.

Este artigo aborda:

O que é o marketing de afiliados?

O marketing de afiliados consiste em vender seus próprios produtos e disponibilizá-los para que terceiros possam vendê-los em troca de comissões ou vender produtos de terceiros.

Marketing de afiliados

Atualmente, milhares de pessoas trabalham no conforto de suas casas vendendo infoprodutos na internet, proporcionando uma qualidade de vida superior e um salário melhor.

Na prática, funciona assim:

  1. Os afiliados conseguem gerar receita em seus sites, redes sociais, blogs e outros meios através da venda de infoprodutos de terceiros;
  2. Os produtores, como são chamadas as pessoas que criam estes produtos digitais, conseguem vender mais através desta rede, conseguindo um faturamento maior;
  3. Os clientes, que são as pessoas que compram estes infoprodutos, tem acesso a uma infinidade de opções, possibilitando que a compra seja mais assertiva de acordo com a própria necessidade.

Mas, apesar de parecer uma ideia inovadora, este modelo de negócio surgiu nos Estados Unidos, na década de 90, quando a Amazon criou seu programa de afiliados, permitindo que essas pessoas divulgassem os produtos da empresa em troca de comissões a cada venda.

Diversas pessoas se cadastraram como afiliados da empresa e realizaram o serviço de divulgação, possibilitando que a Amazon se tornasse uma das empresas mais valiosas do mundo.

As possibilidades são infinitas, e muitas pessoas não só conseguiram trabalhar em casa, mas enriqueceram com esse modelo de negócio.

Benefícios do marketing de afiliados

Um dos principais benefícios do marketing de afiliados é que essa estratégia é uma via de mão dupla, ou seja, é bom para o produtor e para o vendedor.

Benefícios do marketing de afiliados

É possível vender com propagandas invasivas, conteúdos relevantes voltados para uma persona específica, e outros meios.

Mas, o marketing de afiliados não precisa sua fonte de renda principal, ele também é usado para complementar a renda, desta forma, você pode se manter no seu emprego atual.

Uma informação fundamental sobre este modelo de negócio é que você não precisa pagar para se tornar um afiliado, a entrada nestas redes é completamente gratuita.

Além disso, é possível conseguir vendas recorrentes sem precisar investir um centavo sequer.

O ideal é que você utilize seu canal de maior engajamento, seja um blog, suas redes sociais ou e-mail marketing.

Recomendo meu guia completo de como conseguir seguidores reais no Instagram para aumentar a visibilidade do seu marketing.

Sites e plataformas que possuem programas de afiliados

Existem diversas plataformas que oferecem programas de afiliados, conheça algumas delas abaixo.

Hotmart

Hotmart

A Hotmart é uma plataforma onde pessoas e empresas cadastram seus produtos digitais, independente do nicho.

Alguns produtos da plataforma possuem comissões de até 80%, basta se filiar aos produtos.

Além disso, você pode se cadastrar em qualquer produto, independente do idioma e país de origem, o que permite que você consiga comissões em dólares.

Monetizze

Monetizze

A Monetize foi fundada em 2005, nessa plataforma é possível vender produtos digitais e físicos.

Uma das vantagens de se filiar aos produtos da Monetizze é a possibilidade de escolher entre diferentes tipos de comissão, como remunerações progressivas, venda única e assinatura (pagamentos recorrentes).

Eduzz

Eduzz

A Eduzz também é uma boa plataforma para gerar renda como afiliado através da venda de produtos e serviços.

Uma das vantagens da Eduzz é que as comissões são pagas a partir de dois dias úteis após a conclusão da venda.

Lomadee

Lomadee

A Lomadee também é uma excelente opção, pois, é parceira de grandes empresas como a Centauro, Nike, Electrolux, Decathlon, Pagseguro, Lojas Americanas, Amazon e outras.

Udemy

Udemy

A Udemy é uma das maiores plataformas de cursos online do mundo.

Na Udemy é possível conseguir ótimas taxas de comissão, além disso, eles possuem diversos conteúdos exclusivos em vários idiomas.

Hostgator

Hostgator

A Hostgator é referência em hospedagem de sites e compra de domínios.

Como afiliado da Hostgator, é possível conseguir até R$175,00 por venda, conseguindo uma receita superior a R$4.000,00 por mês.

A única desvantagem com relação ao programa de afiliados da hostgator é que para se cadastrar, é necessário possuir CNPJ.

Amazon

Amazon

A Amazon foi uma das primeiras empresas a criar um programa de afiliados, oferecendo comissões de até 15% do valor de cada venda.

As comissões variam de acordo com a categoria dos produtos.

Os afiliados precisam passar por um processo de qualificação onde são avaliados seus sites, blogs, redes sociais e aplicativos.

Magazine Luiza

Magazine Luiza

A Magazine Luiza criou recentemente seu programa de afiliados, oferecendo uma loja virtual gratuita onde você pode vender qualquer produto disponível no catálogo da empresa.

Uma das principais vantagens do programa de afiliados da Magalu é que as comissões podem chegar até 12% do valor total da venda.

As comissões são transferidas para sua conta bancaria automaticamente ao atingir R$50,00.

Tipos de divulgação para afiliados

Existem várias estratégias para vender infoprodutos, o tipo é escolhido pelo produtor de acordo com o produto.

Isso por que existem duas vertentes do marketing de afiliados, um voltado para geração de leads e outro para conversão.

Conheça os tipos de programas de afiliados e como cada um deles funciona.

Custo por clique (CPC)

No programa de custo por clique, o afiliado recebe uma comissão por cada clique recebido no banner, link ou pop-up de divulgação.

Neste caso, os ganhos do afiliado dependem apenas dos usuários clicarem no anúncio.

Custo por ação (CPA)

Diferente do custo por clique, o custo por ação só remunera o afiliado após o usuário clicar na publicidade e realizar alguma ação na página do anunciante.

Essa ação pode ser um pedido de orçamento, uma compra, um cadastro, etc.

Nestes casos, a dificuldade é um pouco maior, mesmo que o valor da comissão seja mais alto, exigindo que o afiliado utilize sua persuasão e influência para convencer as pessoas de que o produto é bom e a compra é segura.

Custo por mil impressões (CPM)

Neste tipo de programa, o afiliado recebe um valor fixo do anunciante ou produtor a cada mil visualizações da publicidade.

Vale lembrar de que cada impressão equivale a uma visualização, ou seja, para obter mil impressões, é necessário ter mil acessos nas páginas que contêm a publicidade.

Deste modo, o custo por mil impressões só é interessante quando o site do afiliado possui muitos acessos, independente de quantos cliques forem recebidos no link.

Custo por venda (CPV)

No programa de custo por venda, a comissão é paga ao afiliado quando o link compartilhado gera uma venda, inclusive, esta é a melhor opção para produtores de pequeno porte.

As plataformas que disponibilizam os programas de afiliados geram links exclusivos para cada parceiro, permitindo saber por meio de qual canal o usuário chegou até aquele produto antes de comprá-lo.

Custo por lead válida (CPL)

O custo por lead válida é um pouco diferente das opções citadas acima, este formato só gera comissão quando o usuário se torna um lead para o anunciante.

Isto quer dizer que além do usuário clicar na propaganda, ele preencher um formulário ou entrar em contato com o produtor.

Custo por formulário (CPF)

No custo por formulário, a comissão é gerada quando o usuário preenche um formulário.

Ou seja, cada pessoa (CPF) que preencher o formulário, não importando se é simples ou complexo, a comissão do afiliado é paga.

Melhores canais e estratégias de marketing para vender como afiliado

Existem diversas estratégias de marketing digital que podem ser usadas para vender mais nos programas de afiliados.

Cabe ao vendedor (afiliado) utilizar a que melhor se adéqua para o tipo de infoproduto escolhido.

Em alguns casos, os produtores dão dicas de divulgação e oferecem suporte para te ajudar a vender mais.

Confira abaixo, as melhores estratégias de marketing digital para vender mais como afiliado.

Blogs e sites

Se você já possui um blog ou site, poderá usá-lo para vender produtos como afiliado.

Caso sua página já possua um nicho específico, pode se filiar a apenas produtos do seu segmento, desta forma, sua taxa de conversão será maior.

Uma das vantagens de utilizar páginas web para vender produtos é a possibilidade de praticar sua liberdade editorial seguindo a linguagem que sempre utilizou com o seu público.

Um método muito utilizado é a resenha de produtos, permitindo que você destrinche todos os pontos do produto e ao final, colocar o link de afiliado, onde o usuário clicará para efetuar a compra.

A utilização do SEO e Ads ajuda a aumentar o tráfego do seu site, fazendo com que a publicidade apareça para mais pessoas.

E-mail marketing

Você já possui uma base válida de e-mails? Se sim, utilize a estratégia de e-mail marketing para informar ao seu público sobre os produtos.

Você não precisa falar sobre o produto logo no primeiro e-mail, o ideal iniciar despertando a necessidade do público naquilo que você pretende vender.

Redes sociais

A maioria dos afiliados utiliza suas redes sociais para vender, assim sendo, por já conhecer o perfil das pessoas que te seguem, filie-se a produtos que sejam do interesse destas pessoas, isso aumentará suas vendas.

Plataformas como Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest são as mais usadas devido à quantidade de pessoas presentes nestas redes.

Youtube

O Youtube é o segundo maior mecanismo de busca do mundo, perdendo apenas para o Google, são assistidos mais de 46.000 anos de vídeos por ano.

Quantas vezes você estava assistindo um video no Youtube e se deparou com o influenciador falando de algum produto? Isso se tornou muito comum.

Isso por que além de ganhar com as visualizações e cliques nos anúncios da própria plataforma, as vendas como afiliado impulsionam o faturamento dos influenciadores digitais.

Você não precisa necessariamente ligar uma câmera e gravar, pode fazer um video animado, slides ou outros formatos que não exigem o uso da sua voz, ou imagem.

Links patrocinados

Os links patrocinados são anúncios digitais em texto, ou seja, você paga por cada clique, porém, se você tem uma boa margem de comissão, é uma opção válida, principalmente se utilizar a Rede Display do Google.

Passo a passo para se tornar um afiliado

Com todas essas informações, agora saiba o passo a passo de como se tornar um afiliado.

1 — Entenda seu nicho

Se você já possui um site ou blog de um nicho específico, foque no seu segmento para obter melhores resultados.

De nada adianta ter uma audiência com interesse em estética e vender produtos de games.

2 — Escolha o programa de afiliados

Recomendo que você escolha a plataforma cujas condições de comissão e opções de afiliação sejam compatíveis com a sua necessidade.

Entre em mais de uma plataforma e veja qual possui um leque de produtos mais amplo para o seu nicho.

3 — Escolha os produtos

Escolha com sabedoria os produtos mais compatíveis com seu público para que você tenha mais conversões.

De preferência, faça um teste do produto para garantir a qualidade, você pode aproveitar para fazer uma review.

4 — Engaje sua audiência

Antes de focar na venda dos produtos selecionados, eduque e engaje sua audiência, assim, você prepara o terreno para o lançamento.

Aposte em materiais de apoio como e-books, vídeos e artigos exclusivos, essa estratégia vai permitir que você alimente sua base de e-mails.

5 — Divulgue seus produtos

Lançar o produto não quer dizer que o trabalho foi finalizado, acompanhe o engajamento, principalmente os comentários, e recorra a mais de uma estratégia de marketing digital.

Conclusão

Sei que parece difícil, são muitas informações, mas, muitas pessoas conseguiram trabalhar em casa com o marketing de afiliados.

Não desista antes mesmo de começar, em alguns meses você pode estar recebendo uma renda passiva maior do que seu último salário.

  • Compartilhe
Lucas Ferraz

Lucas Ferraz

Especialista em SEO, aumento de tráfego e geração leads.
Mais de 310 campanhas no portfólio.
Certificado pela Blue Array Academy e pela SEMRush.

Outros artigos